sábado, 23 de dezembro de 2017

Cactaceae: quatro publicações antigas e valiosas

Caros,

reproduzo aqui um link onde é possível baixar quatro volumes referentes a Cactaceae. É um material de quase cem anos de idade (são de 1923), mas possuem belas pranchas.

Acredito que seja de muita utilidade para os colegas botânicos e afins.

Acesse os quatro volumes nesta página, que está em inglês:

http://publicationsonline.carnegiescience.edu/publications_online/cactaceae/

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Tese: Trajetórias sucessionais e fatores condicionantes na restauração de matas ciliares em região de floresta estacional semidecidual

Caros, em especial os que trabalham com restauração florestal e sucessão,

Encaminho uma publicação de Márcio Suganuma, na qual são comparadas trajetórias de ecossistemas restaurados e ecossistemas de referência. Embora seja de 2013, ainda considero atual.

Baixe o material clicando no link abaixo:

"Trajetórias sucessionais e fatores condicionantes na restauração de matas ciliares em região de floresta estacional semidecidual".

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Artigo: A restauração de ecossistemas e a produção de água.

Caros,

trago artigo muito recente sobre a relação entre a restauração de ecossistemas e a produção de água. Tem pontos polêmicos, pode desconstruir algumas ideias que temos. Ou seja, vale muito a leitura.

Baixe o artigo no link abaixo:

 

sábado, 26 de agosto de 2017

Base em shape do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata atlântica 2016.

Caros,

a quem interessar, é possível baixar arquivos em formato shape referentes ao Atlas dos Remanescentes Florestais anualmente publicado pela SOS Mata Atlântica. Basta um rápido cadastro..

Acesse aqui:

http://mapas.sosma.org.br

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Fruto da Terra e do Trabalho Humano: outro artigo sobre uso pretérito da Mata Atlântica.

Caros, estou cada vez mais apaixonado por este assunto. E o professor Rogério Oliveira (PUC-RJ) é o mago quando se trata de florestas urbanas.

Neste artigo aqui apresentado, é feita um revisão detalhada sobre os processos antrópicos ancestrais que resultam na estrutura de muitas florestas urbanas que, para olhos desavisados, são ditas "virgens".

Leia e exulte com o conhecimento adquirido.

Baixe o artigo aqui: Fruto da terra e do trabalho humano”: paleoterritórios e diversidade da Mata Atlântica no Sudeste brasileiro.